Exercite-se com cuidado

Na terceira idade o corpo perde sua agilidade e os ossos se enfraquecem, o que prejudica, por exemplo, a prática de caminhadas e exercícios físicos. No entanto, ainda assim é preciso manter a saúde! O recomendado é que o idoso realize, pelo menos cinco vezes por semana, atividades físicas por 45 a 60 minutos, tendo em mente que essa prática retardará as características citadas acima.

Foto: Cultura Mix.

Todavia, a carga das atividades devem ser entre leve e moderada, respeitando o biótipo de cada um, assim como suas necessidades e limitações. Por isso, o ideal é fazer duas vezes por semana exercícios aeróbios, como caminhada e hidroginástica, fazendo exercícios de fortalecimento nos dias seguintes, sempre acompanhado por um personal trainer, com um programa de treinamento individualizado.  Além disso é imprescindível o controle da frequência cardíaca por meio do monitor cardiáco, em que a pessoa fica pelo menos 50% do tempo do exercício dentro da frequência cardíaca estabelecida na avaliação física.

Para facilitar, colocaremos dois exercícios que podem ser feitos em casa. Confira:

1-    Panturrilha em pé

Material utilizado: Um step ou um degrau.

Em pé, fique na ponta dos pés e retorne a posição inicial. O material pode auxiliar a realização desse movimento, aumentando a amplitude e o grau de dificuldade do exercício.

Realize 03 séries de 12 repetições com intervalo entre 40 a 60 segundos entre as séries.

2-    Agachamento com cadeira

Material utilizado: Cadeira.

Fique em pé, de costas para a cadeira, simulando o movimento de sentar e levantar. Assim, flexione os joelhos, voltando logo em seguida a posição inicial.

Realize 03 séries de 12 repetições, com intervalo de 40 a 60 segundos entre as séries.

Anúncios

Cinoterapia auxilia na recuperação de pacientes

Você sabe o que é a cinoterapia? É uma forma de tratamento realizada com o auxílio de cães, muito utilizada em terapias para crianças com problemas psicológicos e idosos. Ultimamente especialistas e profissionais da saúde têm incentivado a cinoterapia para os idosos, uma vez que os resultados são excelentes, tanto em termos de recuperação, quanto em relação ao emocional e bem-estar, intimamente ligados com a saúde e a motivação para a vida.

Cinoterapia no Bellatrix com Doddy.

Com a terapia é possível notar que o contato com os animais provoca nos idosos atitudes mais positivas com relação à depressão e estresse. Até mesmo na busca por atividades físicas o acompanhamento dos animais garante melhorias nas deficiências auditivas e visuais, pois muda-se o foco do idoso, que deixa de reclamar sobre esses problemas, procurando alternativas que sanem suas deficiências por meio dos animais.

O cão acaba funcionando como um apoio emocional e realmente cumpre o papel de melhor amigo do homem! No Bellatrix também apoiamos esse tipo de terapia, e trouxemos o cãozinho Doddy para visitar o residencial! Confira as fotos! Não dá vontade de fazer muito carinho nele?

Alimentação pode fortalecer o sistema imunológico do organismo

Sem dúvida você já ouviu falar do sistema imunológico, responsável pelo combate contra invasores externos, como vírus, bactérias, protozoários, fungos, entre outros. No entanto, você sabia que é possível fortalecê-lo? Um dos caminhos para que isso aconteça é por meio da alimentação, uma vez que na quantidade adequada, certos nutrientes possibilitam que o organismo aumente o número de células no corpo, estimulando sua ação em um quadro de infecção.

Foto: Sua nutrição.

A vitamina C, por exemplo, é a grande protagonista do sistema imunológico. Isso acontece pois a defesa do organismo é formada por células que nascem e morrem a todo momento, todavia, com a presença da vitamina no organismo é evitada a morte das células, já que o nutriente possui propriedades antioxidantes. Ou seja, a vitamina C faz com que menos linfócitos morram.

Outro meio de fortalecer o sistema de defesa do corpo é adquirir um estilo de vida saudável! Dormir bem, ter hábitos alimentares saudáveis, entre outras medidas, faz com que o desgaste natural do corpo ocorra sem maiores prejuízos, evitando que com a idade apareçam certas doenças. Que tal mudar a rotina e consumir mais alimentos que fazem bem para o organismo?

Turbine sua memória

Nossa memória é uma das funções mais importantes que possuímos, no entanto, o envelhecimento pode vir a afetá-la, por isso, encontramos cada vez mais idosos com problemas de memória. Contudo, a boa notícia é que isso indica que a população tem vivido mais! Assim, colocamos esse vídeo que fala sobre o assunto e mostra como evitar essa perda. Confira:

Doeças da memória: conheça os sintomas e saiba como preveni-las.

Foto: Mundo das Tribos.

Terceira idade sofre mais com doenças digestivas

É senso comum que doenças digestivas ocorrem com mais frequência entre os idosos, podendo até mesmo trazer complicações mais graves. Mas, você sabe como são os sintomas e como essas doenças agem no organismo? Então, vamos lá!

As doenças digestivas são patologias do trato digestivo alto, que é composto pelo esôfago, estômago e duodeno e do trato digestivo baixo, responsável pelas doenças intestinais e orificiais.

Foto: Mundo mais orgânico.

Um dos sintomas mais comuns é a azia e geralmente está relacionada à hérnia de hiato, alteração que faz com que haja refluxo de ácido do estômago para o esôfago. Por isso, é importante detectar o sintoma e procurar um tratamento! Nesse caso, a doença é facilmente tratada com medicações e dietas, podendo, em alguns casos, apresentar a necessidade cirurgia.

Existem ainda outras doenças, como a gastrite, a úlcera e a popularmente chamada “pedra na vesícula”, além das apendicites, diverticulites, entre outras. É importante ressaltar que todas podem ser evitadas por meio dos check- ups anuais e consultas rotineiras com o médico.

Você tem feito consultas médicas regulares? Para pensar no futuro é necessário prevenir.

Será que nos tornamos mais sedentários ao envelhecer?

Envelhecimento não significa sedentarismo! Por isso, colocamos esse vídeo da Veja.com que mostra como combater o sedentarismo e mudar o estereótipo de que ao envelhecer ficamos sedentários. Já pratica algum tipo de esporte? Nos conte as mudanças que essa prática trouxe ao seu dia a dia!

Viajar é preciso também na terceira idade

Foto: Uol.

O segmento de turismo tem investido na terceira idade, por isso, a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo decidiu criar o Programa Melhor Viagem, que procura a inclusão turística dos idosos. Então, se você gosta de viajar, a dica é para você! São atendidos cerca de 200 idosos por semana, que são divididos em grupos de 50 pessoas, com destino para o interior e litoral de São Paulo com despesas pagas pelo governo, sendo necessário somente o cadastro no site. Iniciativa que tem possibilitado que muitos idosos se aventurem por lugares que nunca visitaram.

Todavia, o programa se restringe ao estado de São Paulo. Mas, mesmo não sendo paulista, investir em uma viagem pode ser ideal. Algumas empresas são especializadas em programas completos de viagem para o público idoso, no entanto, é preciso calcular os gastos, uma vez que é preciso ter um dinheiro reservado para fazer a viagem. Além disso, os intercâmbios também estão em alta para o público da terceira idade, já que possuem valor cultural maior que uma viagem tradicional, o que interessa a esse público, sem contar que os idosos não fazem a viagem procurando enriquecer o currículo, eles embarcam em outros países a procura de novas experiências, como conhecer línguas menos comuns e visitar outros tipos de atrações.

E você? Já fez sua viagem esse ano?