História de vida: Hélio Boaretto e Dona Elza

Dona Elza e seu HélioUma história de amor que dure a vida toda é o sonho de muita gente. E a história do Sr. Hélio e da Dona Elza é um resumo desse anseio: casados há 55 anos, os dois ainda estão juntos. Ela vive no Bellatrix, pois precisa de cuidados especiais devido ao Mal de Alzheimer e ele sempre a visita aos finais de semana. Sr. Hélio nos contou como conheceu sua esposa, e sua fala mansa transborta carinho. Eles se conheceram em Piracicaba, como era de costume, na pracinha. “Aos sábados e domingos nós íamos no jardim e foi lá que eu a conheci”, relembra. No dia de finados, começaram a conversar na pracinha do cemitério. “A mãe dela estava dentro do cemitério, ela falou que não podia conversar porque a mãe dela estava lá, mas eu insisti”.

Namoraram por cinco anos e se casaram. Sr. Hélio precisou esperar, pois ainda era estudante e queria construir uma carreira para poder dar uma “vida boa” a Dona Elza. “Eu queria me casar quando eu tivesse um emprego bom que pudesse sustentá-la”, conta.

Casaram-se no dia 12 de maio de 1957, um sábado, às três horas da tarde. Ele nos conta como se tivesse acontecido ontem: “A igreja tinha bastante gente, eu fiquei nervoso. Depois teve um churrasco e a lua de mel foi em Poços de Caldas”.

Vieram os filhos e a idade, e os dois permaneceram juntos. Eles têm 3 filhos e 4 netos, mas “a rainha da casa é ela”, brinca Sr. Hélio.

Os dois passaram por diversos obstáculos, inclusive a morte de um filho, que seria a única menina da família, que morreu ao nascer, pois o parto demorou muito para ser feito. O amor dos dois passou por essas barreiras e se fortalece a cada dia. Dona Elza foi diagnosticada com Mal de Alzheimer e precisa de cuidados especiais. Sr. Hélio continua a seu lado, “sempre companheiros”, como ele gosta de dizer!

Ao descobrir a doença, ele tentou cuidar da esposa em casa, mas com o avanço dos sintomas ficou difícil, então começaram a procurar um lugar. “Eu me senti tão bem  no Bellatrix, pelo lugar e pelas pessoas, que decidi trazê-la para cá”, salienta.

Os filhos sempre ajudaram nos cuidados com a mãe doente e isso o orgulha muito.

Anúncios

Um comentário sobre “História de vida: Hélio Boaretto e Dona Elza

  1. Hélio e Elza, linda essa história… Comovente… Nós, Eidil e eu, irmão da Elza e seus cunhados, damos testemunho da veracidade desse depoimento. Saudades muitas, emoções à flor da pele e a vida continua. Graças a Deus, ao esforço dos filhos e aos cuidados de todos da Bellatrix a Elza está bem cuidada e o Hélio menos preocupado. Isso nos deixa mais tranquilos. Que Deus continue a abençoá-los e que a Bellatrix possa cada vez mais, com o esforço de todos os seus membros, promover o bem a quem precisa desses cuidados especiais. Felicidades à Elza, ao Hélio, aos filhos e netos e a todos quantos, com carinho especial, proporcionam dias melhores à Elza. Eidil e Luiz Antonio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s