Bellatrix Indica – Filme: Longe Dela

198

O filme conta a história de um casal que tem uma vida feliz e vivem juntos há mais de 40 anos. Com a chegada da idade, Fiona começa a apresentar os primeiros sinais do Alzheimer. Sem saber o que fazer, seu marido Grant a interna numa clínica, porém, uma das regras é que ele não pode ir visita-la no primeiro mês. Quando ele finalmente retorna, Fiona não se lembra mais dele e ainda se afeiçoou por outro paciente.

Filme indicado para o Oscar de melhor atriz e roteiro.

Não deixe de assistir o desfecho desta linda história!

Confira o  trailer:

Atividades Bellatrix – Reabilitação Cognitiva

A Reabilitação Cognitiva atua na recuperação da adaptação física, psicológica e social do paciente. Seu principal objetivo é reduzir o impacto de uma incapacidade ou deficiência facilitando a integração social. Através da reabilitação é possível reduzir os impactos de doenças neurológicas como o Alzheimer, AVC (Acidente Vascular Cerebral), traumatismos, encefalites, o Mal de Parkinson, entre outros.

Confira as fotos de nossa atividade realizada com especialista em Reabilitação Cognitiva:

DSC04448 DSC04454 DSC04449 Confira todas as fotos desta atividade acessando nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/BellatrixResidencialparaIdosos

 

Jardinagem para os idosos

Nada melhor que substituir remédios, terapias e doenças por uma atividade prazerosa como a jardinagem. Cuidar das plantas de um jardim renova as energias, alivia o stress e a tensão do dia-a-dia.

Para os idosos, esta atividade tem muito mais vantagens. A Universidade Estadual do Texas realizou um estudo com 300 pessoas com mais de 50 anos e mostrou que os idosos que mantinham uma atividade regular de jardinagem tinha uma maior satisfação com a vida e também uma alimentação mais saudável, o que poderia estar ligado ao fato deles cultivarem vegetais e plantas comestíveis.

Com a chegada da terceira idade e a aposentadoria, as pessoas gostam de aproveitar o tempo livre com atividades que lhe deem prazer, a jardinagem é uma ótima oportunidade para distrair a mente, entrar em contato com a natureza e fazer atividades saudáveis ao ar livre.

A pesquisa concluiu que 84% dos idosos que praticavam a jardinagem já faziam planos de vida para o próximo ano, contra 64% que não realizavam nenhum tipo de atividade ao ar livre e 75% dos idosos afirmaram que sentiram uma melhora na sua saúde, classificando-a até como excelente.

Moradoras do nosso residencial cuidando do jardim:

 

529984_442929672418655_1027699099_n 549478_442929725751983_1273371455_n

É importante incentivar os idosos a fazer atividades ao ar livre, o contato com a natureza e as plantas faz bem para qualquer idade. A jardinagem é uma ótima alternativa para a saúde do corpo e da mente.

Vamos pôr em prática essa ideia?

Depressão nos idosos – Quais os fatores de risco?

velhinho1

A depressão é uma doença que causa uma tristeza sem fim, a maioria das pessoas que são depressivas nem percebem que estão doentes e muitas vezes sofrem em silêncio.

Nos idosos observar os sintomas da depressão é fundamental para entender como está o seu estado emocional e se a pessoa precisa de ajuda.

A depressão pode vir associada ao desânimo, baixa autoestima, pessimismo, stress, insatisfação constante, ou até mesmo problemas crônicos de saúde, hipotireoidismo e doenças neurológicas.

Alguns fatores colaboram para seu surgimento nos idosos, como: mudanças de vida, enfrentar o falecimento de parentes e amigos, doenças, a dependência física, entre outros.

E principalmente, um dos maiores agravantes da doença é a solidão e o isolamento. O idoso precisa se sentir seguro, saber que pode confiar nos familiares e manter uma vida cotidiana ativa.

É importante estar sempre alerta aos sintomas da depressão, conversar com o idoso, ouvir suas necessidades e procurar entende-lo.

O Dia das Mães do Bellatrix

O dia das Mães do Bellatrix foi comemorado de uma maneira muito especial.  Com a presença dos moradores, familiares e amigos. Começamos o dia com um café da manhã acompanhado de mimos e bombons. No almoço, à moda italiana, tivemos uma variedade de massas e molhos. Já no fim do dia, foi servido um chá da tarde especial, com uma oração em homenagem às mães.

Nosso dia contou também com uma de nossas moradoras, a dona Dulce, cantando uma canção para o dia das mães. E o Sr. Hélio, marido de D. Terezinha, moradora do residencial, fez um lindo recital de poesia.

Confira as fotos da nossa comemoração:

547217_567333986644889_1175363472_n

248161_567333726644915_1144175896_n
935485_567336386644649_500037280_n  Para ver mais fotos acesse nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/BellatrixResidencialparaIdosos

Mal de Alzheimer na família! O que eu faço agora? Medidas que os familiares devem adotar

mal-de-alzheimer-alzheimer-saude-idosos-melhor-idade-joinville-1

Hoje, vamos falar sobre outras medidas que podem ser adotadas pelos familiares para retardar o agravamento da doença e auxiliar na comunicação com o doente.

Utilizar palavras simples, frases curtas, falar claro e lentamente, evitar tons agressivos ou gritar com o idoso e também não ameaçá-lo são fundamentais na tarefa de promover  seu bem-estar. É importante olhar nos olhos ao conversar com ele, demonstrar carinho e procurar sempre reconhecer seus sentimentos e emoções, além de identificar os objetos ao mostrá-lo ao idoso.

Estimular atividades terapêuticas, como: jogos variados, pinturas, desenhos, artes, bordados e dança, também ajuda a conter o avanço da doença.

É muito importante ter paciência com o doente, pois ele ainda tem sentimentos e emoções, mesmo com a memória debilitada; não tratá-lo como criança e evitar discussões.

É possível perceber o agravamento da doença quando o idoso ficar mais distraído, apresentar dificuldades para lembrar nomes ou palavras e para aprender coisas novas.

Também será possível perceber a deterioração das habilidades verbais, lapsos de memória, desorientação em ambiente familiar e menor atividade social, até mesmo dentro de casa.

Outro fator é que, com o agravamento da doença, o idoso apresenta sentimentos de frustração e fica mais impaciente e inquieto. Para ajudá-lo nesta fase, é imprescindível a família evitar o sentimento de culpa. Além destas medidas é importante também propor atividades para distrair o idoso, incentivá-lo a fazer o que gosta: assistir seu programa de TV favorito, ouvir rádio e músicas; e também incentivá-lo a praticar atividades físicas, como: relaxamento e caminhada, pois proporciona boa flexibilidade das articulações, melhora a circulação e também consome o excesso de energia, o que evita muitas vezes crises de agitação e agressividade.

Segundo Ana Maria Molinari, diretora técnica do Bellatrix Residencial para Idosos, para manter o bem estar do idoso e seu bom relacionamento com a família é importante a ajuda de todos.  “O primordial é ter paciência e muito amor. O familiar também precisa ter em mente que ele precisa dividir as tarefas no cuidado do idoso e pedir ajudar sempre que possível. O auxílio médico também é essencial”, finaliza.