O clima é de Natal!

Que emocionante! Nossas cuidadoras e moradoras decoraram uma árvore do Bellatrix. É o clima do Natal que já chegou por aqui.

12358428_10205413863082363_1218271926_n 12335942_10205413862242342_1607150041_n 12336362_10205413862162340_1217602561_n 12346671_10205413863802381_336940775_n12358405_10205413863762380_131297789_n

Anúncios

Empresa cria sapatos com GPS para localizar idosos perdidos

alzheimers-749618_1920Uma empresa japonesa criou sapatos com GPS especialmente planejados para ajudar a localizar idosos com demência, que são capazes de se perder e não conseguir voltar para suas residências.

Os sapatos chamados “GPS Dokodemo Shoes” possuem um localizador instalado no interior do pé esquerdo e permitem mostrar a posição do usuário em dispositivos como smartphones e computadores após inserir o número de identificação do terminal e uma senha.

“Temos experiência na busca de doentes com demência perdidos, e sabemos que este tipo de pessoas não utilizam telefones celulares e nem relógios, e sim sapatos. Por isso decidimos criar sapatos com sistema de localização GPS”, explicou à Agência Efe um porta-voz da Wish Hills, criadora do calçado.

O localizador é associado a um dispositivo para o qual envia notificações quando o idoso se afasta mais de 50, 100 ou 500 metros de casa, dependendo do número programado, explicou a empresa.

O sistema também mostra a posição do usuário em um mapa para que seja mais fácil iniciar sua procura, entre outras funções.

A empresa, que visa “salvar vidas” com esses sapatos, afirma que o produto está tendo bom resultado e com boas vendas, “principalmente entre mulheres na faixa dos 50 anos que têm algum pai com demência”.

Os sapatos custam 35 mil ienes (R$ 1 mil) e estão disponíveis apenas no Japão, país em que praticamente 25% da população supera os 65 anos.

“O mercado doméstico é muito importante para nós, no entanto, no futuro nos interessaria abrir em outros mercados nos quais a população envelhecerá rapidamente nos próximos anos”, indicou a companhia.

A demência é uma síndrome que implica a deterioração da memória, do intelecto, do comportamento e da capacidade para realizar atividades da vida cotidiana.

Cerca de 47,5 milhões de pessoas sofrem de demência no mundo, e a cada ano são registrados 7,7 milhões de novos casos, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).[Fonte: EFE]

WhatsApp do Bellatrix

símbolo do WhatsAppPara ampliarmos a comunicação entre nossos moradores e seus familiares criamos uma conta no WhatsApp. Ficou mais fácil enviarmos mensagens de voz, vídeos e imagens das atividades realizadas diariamente. Esclarecermos dúvidas e perguntas sobre as condições de saúde de todos. Disponível desde julho, o atendimento pelo aplicativo é exclusivo de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. Se você ainda não sabe o número do celular, ligue para (19) 3481-4282 ou deixe mensagem in box no Facebook do Bellatrix Residencial para Idosos.

 

Fotografias resgatam a memória

Bellatrix Residencial para Idosos [crédito - Daniella Oliveira-Engenho da Notícia] - 4Olhar para uma fotografia, identificar seu tempo e o lugar onde foi clicada são atitudes comuns para a maioria das pessoas. Para outras nem tanto. A falta de memória ou a ausência total podem estar relacionadas a diversos fatores que precisam ser investigados e tratados por especialistas.

No Bellatrix Residencial para Idosos, além do acompanhamento com profissionais especializados na área de saúde, nossos moradores recebem atenção especial com exercícios que ajudam a manter a memória ativa. Fotografias, músicas, oficinas de trabalhos manuais e atividades sociais, como passeios, estimulam e promovem a socialização.

“A fotografia, por exemplo, é uma grande aliada do trabalho que desenvolvemos”, conta a musicoterapeuta e especialista em psicomotricidade, Lívia Rocha Coelho. “Registramos quase todos os eventos realizados pelo Bellatrix e, depois de impressas, as fotos são mostradas aos participantes. Alguns, por causa do Alzheimer mais avançado, não se identificam, mas esta dinâmica é importante para integração de todos”, fala.

Outra ação positiva é o mural no corredor de entrada. “As fotos são trocadas com a ajuda de idosos e enquanto realizamos as mudanças conversamos sobre elas. É uma terapia cognitiva com o objetivo de também incentivar a sensibilidade e dialogar sobre o passado e o presente de cada um”, explica Lívia.

Bellatrix Residencial para Idosos [crédito - Daniella Oliveira-Engenho da Notícia] - 2 Bellatrix Residencial para Idosos[crédito - Daniella Oliveira-Engenho da Notícia] - 3Bellatrix Residencial para Idosos [crédito - Daniella Oliveira-Engenho da Notícia] - 1

Envelhescência: a vida intensa após os 60

Dirigido por Gabriel Martinez e com argumento de Ruggero Fiandanese, o longa metragem Envelhescência será exibido em duas partes pelo Canal Brasil. A primeira vai ao ar neste sábado, dia 10 de outubro, às 19h30. A segunda está programada para a sexta-feira (16), às 16h30.

O documentário relata a história de seis pessoas que vivem a vida de maneira plena e nos mostram, por meio de suas próprias experiências, que os costumes e a rotina após os 60 anos podem ser repletos de atividades e bom humor.

Intercalado com comentários de especialistas (Alexandre Kalache, Mirian Goldenberg e Mário Sergio Cortella) o filme sugere uma nova perspectiva sobre o significado do envelhecimento em nossas vidas. Em cada testemunho, a prova da força do espírito humano e da recusa ao abatimento, ao medo da morte e às limitações da velhice.

Enquanto espera a exibição que tal ver o trailer e contar pra gente como é viver a vida intensamente na terceira idade?

Onde encontrar o Canal Brasil
NET HD – canal 650
NET – canal 150
SKY – canal 55
Claro – canal 67
Oi e Via Cabo – canal 66
GVT – canal 103
Vivo TV DTH – 806
Vivo IPTV – 656

Idosos dão exemplo de qualidade de vida

Alvaro Andrade Molinari e Silvia Ramiro FischerOs idosos deram um maravilhoso exemplo de como a qualidade de vida é importante. No sábado, dia 3, eles fizeram exercícios, dançaram e se divertiram durante a 5ª Caminhada entre Gerações – um olhar para a terceira idade, que saiu da Estação de Paulista, em Piracicaba, e percorreu a Rua Boa Morte até chegar na Praça José Bonifácio, centro da cidade.

O divertido passeio reuniu gerações de várias idades para conscientizar sobre cuidados com os idosos e contou com a participação do diretor do Bellatrix Residencial para Idosos, Alvaro Andrade Molinari, e da nutricionista Silvia Ramiro Fischer.

Parabéns para todos os idosos!

Confiram as fotos.

Caminhada entre Gerações - 0 Caminhada entre Gerações - 1 Caminhada entre Gerações - 2 Caminhada entre Gerações - 3 Caminhada entre Gerações - 4 Caminhada entre Gerações - 9

 

Caminhada entre Gerações - 6

Diretor fala sobre atenção aos idosos

Alvaro Molinari, diretor do Bellatrix Residencial para Idosos, conversa com os moradores [crédito - Daniella Olveira - Engenho da Notícia]A população idosa do Brasil triplicará nos próximos 20 anos. Este aumento da longevidade traz, ao mesmo tempo, satisfação e preocupação em relação a outro índice: de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) teremos menos crianças e jovens. No Dia do Idoso, comemorado em 1º de outubro, o diretor do Bellatrix Residencial, Alvaro Molinari, falou dos direitos e cuidados com os moradores da instituição e levantou um debate importante na sociedade sobre quem, no futuro, cuidará dos necessitados e acamados.

“Aqui, além da moradia, todos contam com atendimento médico e especializado de qualidade, alimentação adequada e liberdade para exercerem seus direitos. Mas, vamos sair da instituição privada e pensar na pública. Será que o Brasil está preparado para atender essa futura demanda de idosos?”, questionou Molinari.

Embora o dia fosse de homenagens, o diretor disse que o momento era para reflexão. “Temos que conscientizar a população sobre a importância e as necessidades envolvendo os idosos. Todos vocês, independente da classe social, merecem envelhecer com segurança e dignidade. Apesar das dores e da perda da memória, seus direitos devem ser respeitados”, ressaltou ao conversar com os residentes.

FESTA  – Sob a orientação da musicoterapeuta Lívia Coelho, os moradores do Bellatrix também marcaram a data com música, atividades com bexigas e bolos. “Nada melhor do que comemorar este dia especial com idosos felizes, bem cuidados e amparados. Nosso desejo é que todos tenham muita saúde e as mesmas oportunidades”, declarou Lívia.